Programação – 6ª FLAPOA

Programação da sexta Feira do Livro Anarquista de Porto Alegre 11, 12,13 de dezembro de 2015

Quinta 10 de dezembro, Biblioteca Kaos. Alberto Torres, 185.
19hs. Atividade contra o ecocidio em Mariana. Roda de conversa e vídeos sobre as lutas contra as mineradoras.
Sexta 11 de dezembro, Okupa Semente. João Guimmarrães, 243.
17hs. Abertura da 6 FLAPOA. Montagem das bancas.
18hs. Roda de conversa e debate. “Retrospectivas anárquicas em volta da fogueira.”
21hs. Musica ao vivo. Klock e Sementeirxs.
Sábado 12 de dezembro, Okupa Kuna e praça da frente. Av. Osvaldo Aranha, 518.
Bancas de livros e materiais anarquistas; teatro, malavares, atividade para criança ao longo do dia.
10hs: Videogames Independente.
Menos Playstation Banca & Fliper: videogame amador para levar e jogar no local! Conheça jogos como “Mario Empalado” e “Terror Suburbano no País das Maravilhas”!
12hs: Rango. Leva seu prato e sua colher!
13h30hs: Cartografia Insurgente
Uma oficina sobre representar graficamente através de mapas pontos
chaves de controle, segregação, exploração das cidades por parte do estado-capital.
15hs: Atividade com Maria
17hs: Federalismo anarquista e lutas dos dias atuais
Daremos uma panorâmica do movimento anarquista após década de 1970 discutindo as tentativas organizacionistas e as lutas nas quais anarquistas atuaram e como atuaram. Estabeleceremos análises distinguindo o movimento anarquista das organizações anarquistas dialogando com interpretações e críticas das relações movimento anarquista, organização anarquista, lutas sociais e revolução social. concluiremos apresentando a iniciativa federalista anarquista.
19hs:Roda de conversa sobre editoras anarquistas.
21hs: Filme: “Los ojos de America” seguido de troca de ideia
Filme sobre a vida de America Scarfo e sua historia de amor com Severino di Giovanni.
Domingo 13 de dezembro, praça do aeromovél, frente ao gazômetro.
Bancas de livros e materiais anarquistas; teatro, malavares, atividade para criança ao longo do dia.
10hs: Atividade sobre Parto Natural
10hs: Devir Antipatriacal
Esta instancia pretende iniciar procesos necesarios de des-construcción en lo personal y colectivo, considerando que la estructura politico-social hetero-normativa impuesta, nos afecta a todxs quienes nacemos en esta era antropocéntrica. Por lo tanto entendemos que el Patriarcado es el pilar fundamental que sustenta las desigualdades de este Mundo, CAPITALISMO-DESTRUCCIóN DE LA TIERRA-RELACIONES HUMANXS Y NO-HUMAXS. Entonces DEVENIR afirma la necesidad urgente de introspección, y re-apropiación de la vida en todos los planos posibles, desde lo individual a lo colectivo, de lo simple y básico a lo más interno y profundo de nuestro “ser”. Como cuerpa-sujetxs bio-politicamente asignadxs, nunca sabremos realmente como seria nuestro comportamiento en plena naturalidad, por eso este llamado, es a todxs quienes sientan la necesidad de arrojarse a la inmensidad de lo desconocido. Conspiremos, compartamos vidas y experiencias,
destruyamos-nos a nosotrxs mismxs, aprendiendo de nuestros errores, de nuestros sentires, cuestionemos todo lo que esta “normalidad” defiende, volvamos a experimentar ludd-icamente, de nuestras curiosidades, nuestros deseos, miedos y vergüenzas, que así como nos domesticaron, a través de la fuerza de la costumbre, podremos revelarnos y Mutar a la multiplicidad de ser. “Si piensas que eres libre, es por que no as volado lo suficientemente alto, como para chocar con las rejas” NO HAY A DONDE HUIR…
12h: Rango: Leve seu prato e sua colher
13h30: Dilemas do anarquismo contemporanêo e lançamento do livro Anarquia Viva
Bate-papo com o lançamento do livro “Anarquia Viva”
13h30: Novas fronteiras de controle
O que as políticas de segurança dos estados de Israel, Medellin e Rio de Janeiro tem em comum? Partindo da ideia de arquipélagos carcerários, ou seja a transposição de politicas carcerários para o meio social, através da militarização e controle do movimento de pessoas dentro de territórios ocupados por potenciais inimigos internos destes estados, traçamos um paralelo onde Medellin e Rio são laboratórios que implementaram estratégias afins às de controle do território palestino.
15hs: O fim da sociedade industrial e o nosso futuro. Mudança climática, radiação, fim da energia barata entre outros problemas e alternativas de ação.
17hs: Responsabilização no convive com crianças e adolescentes.
Durante a tarde: Pintada de muros anti-arte coletiva
19hs: Okupa KUNA, Av. Osvaldo Aranha, 518. GIG
GIG
Com as bandas:
Visão feminina
Rap sin Marca
Indefinidxs
Kaotica
Kretina
Ned Ludd
ChoriKumbia
Blatta Knup

Confira aqui a programação da 4ª Feira do Livro Anarquista de Porto Alegre que este ano acontecerá nos dias 15, 16 e 17 de novembro.

Programação da 3ª FLAPOA – 2012

Programação da 2ª FLAPOA – 2011

Programação da 1ª FLAPOA – 2010