1ª Feira do Livro Anarquista de Porto Alegre

A I Feira do Livro Anarquista foi um sucesso, e queremos agradecer a todxs que participaram e ajudaram a fazer com que a proposta desse evento e do espaço dessem muito certo.

A quantidade de pessoas que estiveram presentes, e principalmente seu entusiasmo e empenho, reforçou a ideia de que é necessário fazer mais atividades que juntem os anarquistas espalhados pela cidade, pelo estado, pelo país, enfim, pelo espaço, por aí.

Na I Feira do Livro Anarquista teve espaço para trocas ideia sobre e a possibilidade de adquirir livros, que é a proposta central de uma feira do livro. Mas também rolaram as oficinas e bate papos, nas quais muita gente participou, contribuiu, trouxe suas reflexões e práticas. Todos esses momentos, e também as conversas por aí,  serviram para trocar conhecimentos e construir novas redes.

Rolou comida vegana ao longo de todo o encontro, e todxs ficaram bem alimentadxs! Foi muito bom que pedimos contribuição espontânea para todas as refeições, e ficamos muito satisfeitos de comprovar que conseguimos cobrir os gastos da comida e levantar um pouco de dinheiro para fazer melhoras no espaço e poder organizar outros encontros e eventos.

Convidamos a todxs que queiram a se aproximar dos coletivos que ajudaram a construir a feira, através do Espaço Moinho Negro. Quanto mais gente somar conosco, poderemos construir uma II Feira do Livro Anarquista ainda maior, com mais editoras e atividades.

Pedimos que quem tiver mais fotos compartilhe conosco, coloque o link nos comentários, que publicamos como post. Também pedimos que quem participou da Feira poste aqui seu comentário, suas impressões, elogios, críticas, sugestões.

Na seção Fotos deste site, podem ver imagens de diferentes lentes que fomos juntando aqui. Se você compartilhar as suas, elas virão parar aqui também, para que outras pessoas possam saber o que aconteceu em Porto Alegre. Também tem fotos no Flickr do pessoal do coletivo Ação Antissexista, onde também aparecem outras atividades nas quais esse coletivo participa. O blog Simplicíssimo também teve publicação sobre a Feira.